domingo, 30 de setembro de 2012

O que está por vir

Lembro-me do primeiro texto que escrevi, não tive coragem de mostrar pra ninguém mas até hoje ele está guardado, cheio de rasuras, e até um pouco sem sentido, cheio de palavras soltas, falando sobre sentimentos que eu ainda não havia sentido e pra falar a verdade, até hoje os desconheço.
Eram apenas histórias de um mundo que só existia pra mim, era meu e de mais ninguém! Mas como dizem, cada um faz a sua própria história e eu fui capaz de fazer várias, escritas de um jeito torto e estranho mas todas tem começo, meio e... Comecei a pensar que talvez tenha chegado a hora de escrever um “fim” pra tudo isso. Entre aspas mesmo, porque algumas coisas não merecem um ponto final, por isso no tão esperado “fim” eu prefiro que termine com reticências pra quem sabe algum dia eu volte e retome minhas histórias de um jeito diferente, mais doce e quem sabe até feliz.
Talvez um outro alguém me faça querer voltar com outras palavras. Nada de dores ou desamores.
Quem sabe um novo sorriso seja capaz de despertar tudo aquilo que ainda desconheço, quem sabe outro olhar me faça sentir o que nenhum outro foi capaz de despertar em mim.
 No fundo, sempre tem uma pontinha de esperança de que tudo vai melhorar, que novos ventos irão trazer a qualquer momento aquilo que tanto desejamos. A minha ainda resta uma última pontinha, quase imperceptível mas eu resolvi dar uma chance a ela. 
Algumas coisas são difíceis de esquecer, por isso vou deixar que o tempo resolva por mim e leve embora todos esses pesos desnecessários que carreguei por tanto tempo.
Se por algum acaso eu resolva voltar quero que tudo esteja como deixei e que nesse dia a grande diferença não seja o que passou e sim o que está por vir [...]



"Eu abrirei minhas asas e aprenderei a voar
Embora não seja fácil dizer adeus.
Tenho que correr o risco, ter uma chance
Fazer uma mudança e me libertar."

domingo, 12 de agosto de 2012

Agora tanto faz.

Porta do quarto trancada, janelas fechadas, mais uma noite solitária.
Uma xícara de café quente, lápis e papel em mãos e muitas dores no coração.
Parece fácil mas minhas palavras custam muitas lágrimas para serem escritas.
Essa é a parte idiota de mim, que escreve tanto pra alguém que preferiu permanecer de olhos fechados para um amor que poderia se tornar a cura de todas essas dores.
Sempre fui de querer o errado e dessa vez não foi diferente. Te amei e te desejei tanto, praticamente um suicídio amar alguém como você.
Eu realmente poderia ter feito mais por nós, mas você também poderia e não fez, então tudo bem.
Um erro a mais, um erro a menos. Uma dor a mais, uma dor a menos... Agora tanto faz!


Everybody Hurts - Avril Lavigne (Tradução)

Todo mundo se machuca em alguns dias
Tudo bem ter medo
Todo mundo se machuca
Todo mundo grita
Todo mundo se sente assim
E não tem problema.


segunda-feira, 2 de julho de 2012

Superficialidade

É tão fácil fingir que tudo está bem, que não tem nada incomodando. As pessoas acreditam tão fácil em palavras vazias e sem sentindo algum.
Cheguei a acreditar que o tempo realmente pudesse curar tudo ou pelo menos quase tudo, mas perdi a razão desde então.
O tempo não curou nada, ele está apenas empurrando toda sujeira pra debaixo do tapete, escondendo dores, amores e o que mais vier.
O engraçado é que eu continuo esperando por respostas de perguntas que nunca foram feitas, mas convenhamos, existem coisas que não precisam ser ditas.
O silêncio talvez não ajude em nada, mas em quanto eu não encontro as palavras certas ele será o meu refúgio.
Chegou a hora de ter uma conversa séria comigo mesma, essa submissão não combina mais com nada.
Ainda estou com medo de tudo dar errado novamente, mas dessa vez vou fazer as coisas diferentes, ninguém vai saber, nem perceber!
E se tudo der errado não importa, afinal num mundo tão superficial é só sorrir e dizer que está tudo bem, ninguém vai saber, nem perceber!

 You Can't Win - Kelly Clarkson (Tradução)

E você tenta
Tenta pra caramba
Mas está escrito no seu coração
E você joga
Você aposta na deles
Mas você perde
Você paga por tudo isto
Você não pode vencer, não.

sábado, 2 de junho de 2012

Hoje

Não escrevo mais como antes, da mesma forma como não sinto mais como antes. É tudo mais intenso dentro de mim.
O meu amor por você, apesar de tudo, era uma forma que eu encontrava de me sentir bem, de desejar todos os dias e a todo momento que você de alguma forma pudesse me amar também.
Todas as noites eu fechava os olhos e pedia a Deus que cuidasse de você pra mim, escrevia os versos mais lindos e sinceros que alguém poderia escrever, tudo pra você e por você.
Se o erro foi meu, peço desculpas por amar tanto alguém como você.
Hoje, eu fecho os olhos desejando apenas que eu nunca mais te encontre em lugar algum, que tudo isso que eu sinto, possa se transformar em qualquer outra coisa, eu não me importo, só não quero que continue sendo amor!
Choro todas as noites, numa tentativa inútil de colocar pra fora junto com todas as minhas lágrimas esses sentimentos que eu não quero mais que me pertençam.
Continuo pedindo a Deus, mas dessa vez que ele cuide de mim e não de você!
Hoje, vou dormir apenas desejando que ao acordar não me lembre nem ao menos do teu nome.


The War Is Over - Kelly Clarkson (Tradução)

Tudo que eu tenho a dizer é que você não me merece
Eu finalmente estou indo embora porque você só me machuca
E você não vale a pena
Eu não vou deixar você me derrubar
Porque eu sei que você ganhará
Mas a guerra acabou.

domingo, 13 de maio de 2012

Lado sombrio


Tentei entrar em um acordo, me controlar, fiz de tudo pra segurar isso dentro de mim, em um lugar onde ninguém mais fosse capaz de descobrir.
Não é fácil lidar como esse meu lado sombrio, onde tudo está sempre tão exposto... Medos, loucuras e desejos sempre ali, como se a qualquer momento eu fosse perder o controle de tudo.
São como labirintos. Confusos, incertos e muitas vezes assustadores... Bem vindos aos meus pensamentos!
Não sei lidar com isso. Lados sombrios realmente me assustam, principalmente o meu.
Mas quem sabe esse não seja o meu melhor lado?
E que seja sombrio, louco, assustador mas ainda sim lindo, pois é exatamente ele que te encontra todos os dias e noites a procura de algo melhor ou apenas de algo que me complete.
Dizem que os opostos se atraem, quem sabe um dia nossos melhores lados não se cruzem?
Seu jeito doce e delicado com o meu louco e desastrado.



Maybe - Kelly Clarkson (Tradução)

Sou forte mas eu me quebro, sou teimosa e erro bastante
E a vida comigo nunca é fácil... Para entender, para amar
Estou entediada mas tão amável. 
Tudo que tem que fazer é me abraçar 
E vai saber o que vai ver e o quão doce pode ser
Se você confiar em mim. Me ame, permita-me
Talvez, talvez...

domingo, 8 de abril de 2012

Só eu e você


Não vou mais te deixar ir embora. Quero que você fique aqui comigo e diga que precisa de mim tanto quanto eu preciso de ti.
Deixe-me cuidar de você e te mostrar que ainda vale a pena ser minha menina.
Larga todo esse medo e vem me fazer feliz.
Quero suas dúvidas, suas certezas, suas fraquezas, suas loucuras, seus beijos e abraços... Quero você!
Vem, segure a minha mão e deixa eu te levar pra um lugar onde não existe medo, onde ninguém mais vai nos julgar por amarmos uma a outra.
A partir de hoje, esse será o nosso cantinho...
 Entre! Agora somos só eu e você.
Parece meio bobo, mas isso é tudo que eu sempre quis.
Um lugar só nosso nunca foi má ideia.
Ah, se você soubesse o quanto eu esperei por isso, o quanto eu esperei pra ter você em meus braços e te chamar de minha.
Não tenha medo, agora somos só eu e você.


Never Gonna Be Alone - Nickelback (Tradução)

Você nunca mais vai estar sozinha
De agora em diante
Mesmo que você pense em desistir
Não vou deixa-la cair
Você nunca vai estar sozinha
Vou te abraçar até  dor passar.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Inconstante



Cansei dessa monotonia, não quero mais nada que venha desse lugar e dessas pessoas.
Eu realmente não sei se seria capaz de deixar algumas coisas pra trás. Por mais que me machuquem, quando eu me afasto dói mais ainda.
As vezes sinto saudades de mim, de quem eu era e tenho medo do que ainda posso me tornar. Era tão mais fácil quando eu não sentia nada...

"Não sei se ainda há tempo pra isso, mas eu queria muito que você soubesse o quanto esse amor me fez mal. A culpa não foi sua, pelo contrário, você não poderia ter me amado mais.
A culpa foi minha por não ter conseguido ser forte o suficiente pra aceitar a sua forma de me amar.
Sou inconstante e no momento nem ao menos sei quem sou e muito menos se ainda vou suportar toda essa dor e essas dúvidas... Sou fraca, aliás, estou fraca!
Eu sinto mas não sei explicar, quero mas não consigo pedir, eu sei mas não consigo falar... Alguma coisa me prende, me sufoca e eu ainda não sei o que. 
Sinto falta dos seus abraços que por mais raros que fossem se tornaram os únicos momentos em que eu conseguia me sentir segura e protegida de tudo.
Não adianta, está tudo perdido. Não quero mais a sua ajuda.
Já senti demais, te amei demais e agora não sei se ainda sou capaz de realmente te fazer feliz.
Talvez quando você estiver lendo isso seja tarde demais, por isso só te peço que por favor, não se culpe pelas minhas decisões tolas e inconsequentes, apenas lembre de mim como alguém que tentou ser feliz e acima de tudo queria te ver feliz."